7.1.09

Amigos, desculpem lá a coisa!


Os meus amigos dizem que estou diferente...

Depois de uma animada noite de passagem de ano repartida entre Cascais e Lisboa na companhia dos meus amigos, eis que chegam as queixas...
Entre outros o, H.A. a F.B. e a D.R. acham que estou diferente, e acham isso porque deixei de sair com eles todos os fins de semana à noite, porque tenho noites em que me apetece deitar cedo para poder aproveitar o dia seguinte, também acham que estou diferente porque comecei a ir mais vezes ao teatro e ao cinema, e dizem que comecei a ter atitudes estranhas como, por vezes ficar em casa a ler ou a escrever e acham que estou esquisito porque comecei a dedicar mais tempo, à minha familia...do que a eles, lol!!!

A opinião não foi geral. Aos que se queixaram peço desculpa mas...será da idade?



11 comentários:

Anjo De Cor disse...

é capaz de ser da idade, mas tu ainda és novo ;) mas com o passar dos anos começamos a dar prioridade há outras coisas isso não quer dizer que não gostes de estar com eles simplesmente reorganizas-te a tua vida...
cmg passou-se +/- o mesmo ;)
Bjs e obrigada pela tua visita.

starfish disse...

Acho que não é estares diferente... simplesmente cresceste. Estamos todos a crescer e a aprender :) E por vezes, queremos dedicar mais tempo a nós próprios, mas não é por egoísmo. Aqueles que nos são mais próximos, reparam nisso.
Às tantas os teus amigos têm saudades de estar contigo :) ehehe
Penso que não é da idade, mas quando eu chegar aos 26, logo digo :)

Às vezes sabe bem escrever, ou passar uma horinha com um livro. É relaxante =P

Teresa disse...

That's Life!!!

E, a meu ver, essa mudança não está directamente relacionada com a idade, mas sim com a evolução do grau de maturidade em que nos encontramos - sim, que eu conheço pessoas com uma maturidade incrível que estão na "casa dos vinte", assim como "desmiolados" na casa dos quanrenta!

No fundo, à medida que amadurecemos, vamo-nos conhecendo cada vez melhor, e isso faz com que queiramos passar mais tempo "connosco".

... É apenas a minha opinião. Vale o que vale!

Beijinhos,
T

*Me* disse...

Obrigado pelo apoio!!

Sem dúvida que às vezes só me apetece desitir, mas nunca desiti de nada na vida por isso esta seria a primeira ...

E há sempre uma primeira vez na vida para tudo né?

Mas não deve de ser desta, vais ver isto passa!

Quanto ao teu post apenas te posso dizer que eu mudei muito desde que sai de casa, ainda quis ter um tempinho para mim mas não consegui,
fui logo mamã.

E assim sendo e tal como a T eu também acho que não tem a ver com a idade mas sim com a maturidade.

Hoje tenho duas filhas mais ou menos crescidinhas e por isso já tenho mais algum tempo para mim e sabe-me muito bem!

Os amigos esses sentem sempre a nossa falta mas nesse momento em que decidimos afastar-nos custa sempre.

bjs e obrigado pelos comentarios!

Clau disse...

Concordo com a Teresa; é uma questão de maturidade. Ao veres a vida de outra maneira, ao quereres aproveitar mais as 24 horas que te são dadas, acabas por tomar decisões que sejam as ideais para ti, embora isso possa parecer estranho aos olhos dos outros. No meu grupo de amigos o mesmo tem vindo a acontecer e, um de nós, já deu provas da sua alteração: enfim, chama-se amadurecer. Já não há muita paciencia para determinados comportamentos ou conversas, mas não é por maldade, apenas porque... há mais para fazer, para conhecer, para onde nos virarmos, onde gastarmos as nossas energias.

:'Daniela disse...

se isso é da idade eu sempre fui velha porque sou muito caseirinha xD
nunca gostei de discotecas e afins. prefiro levar os amigos para minha casa e ficar na conversa. e acho que sou uma pessoa normal, por isso nao te preocupes ;)
(se calhar nao sou, mas nao interessa xD) *

André jesus disse...

Ena! Não sabia que também tinhas um blog =)

Tenho de passar por cá mais vezes! (Abraço)

André jesus disse...

P.S. Eu também estive no Casino a assistir ao concerto!! Tive pena no final não ter consigo estar com ela! Ela fugiu logo pah :D (enfim)

Abraço ;)

afteramsterdam disse...

O tempo tem destas coisas que não são, a meu ver, sinais de alarme, há quem diga até que a idade é um posto.
Ás vezes sabe bem a mantinha, a lareira quentinha, a companhia apenas de um livro que a inquietude da tenra idade nos impede de sentir...

nihil disse...

Os meus amigos dizem que eu sou sempre a mesma. Não sei se isso é bom ou mau!! xD

Também acho que isso não tem nada a ver com a idade, porque eu já estou nessa fase mais à frente... ;P

b disse...

ahahahhaah!!!
nem sei o que te responda, a não ser que "de louco, todos temos um pouco". E olha, é bom, mesmo muita bom!!!:-)

(post de uma blogger mais velha que tu)