30.7.09

Final de tarde

No ultimo domingo estava sozinho em minha casa, sentado no meu sofá a tentar descansar, quando o telefone tocou. Sei que eram 20h00 pois o televisor estava ligado e lembro-me que estava a começar o telejornal.
Levantei o auscultador e do outro lado um homem de voz rouca perguntou se estava a falar com o Pedro. Disse-lhe que não, que tinha ligado o numero errado e desliguei.
Depois voltei a encostar-me no sofá e depressa me esqueci do telefonema.
No dia seguinte o telefone tocou outra vez. Era o mesmo homem, fazendo a mesma pergunta que me tinha feito no dia anterior. Voltei a dizer que não e voltei a desligar. Mas desta vez comecei a pensar no que teria acontecido se tivesse dito que sim. E se me tivesse feito passar pelo tal Pedro? Se o homem voltasse a telefonar pelo menos falaria um pouco com ele, e tentaria saber o que se passava. Depois disto as ideias começaram a fervilhar dentro da minha cabeça, e pouco a pouco abriu-se um mundo inteiro de possibilidades. Seria o homem de voz rouca um marido traído procurando vingança? Estaria esse Pedro a dever muito dinheiro a alguém? Podia até ser um agente a anunciar este tinha ganho um prémio chorudo, ou uma viagem! (já me estava a imaginar com os bilhetes na mão)...
Na terça-feira à mesma hora o telefone voltou a tocar, desta vez eu estava no banho e já não fui a tempo de atender a chamada.
Então na quarta-feira fiz um enorme esforço para estar em casa aquela hora, sentia-me estranhamente excitado com toda esta situação imaginaria criada pela minha mente. Esperei que o telefone tocasse outra vez mas a quarta chamada nunca chegou a existir.
Fiquei sem saber quem me ligava todos os dias às 20h00 em ponto, e pior ainda, fiquei sem saber quem era o Pedro e se este existia mesmo.
Hoje fui jantar a casa do meu pai. Como tenho a chave entrei sem bater à porta, o Sr Armando nem deu por mim, estava misteriosamente concentrado com o auscultador do telefone ao ouvido... Eram vinte horas em ponto.

22 comentários:

Chocolate disse...

Voltaste!!!

Estas bem?????

Senti a tua falta!!! ainda nem li o post só vi a tua entrada mas vou já ler!!

bjs e bem vindo novamente!!

Libelinha disse...

Seria mesmo o teu pai?... Ou foi mera coincidencia ele estar ao telefone quando chegáste?... Agora fiquei curiosa!...

Ah... E bem vindo de volta, hehehe!... Senti a tua falta!... Espero que esteja tudo bem contigo!...

Beijinhos ;P

Nós os cinco disse...

Antes de mais bem vindo!
Diz-me esta tudo bem com o teu pai?? Os tratamentos....

Coincidencia? ou não? Seria o teu pai, não me parece conhecias a voz, ou ligaram desta vez para o teu pai?

Felicidades

Martina S' disse...

Opah ao tempo! :S
Eu estava preocupada. De vez enquando até passava por cá apenas para ver se era "defeito" do meu painel das actualizações que não estava a funcionar direito.. ohh que saudades, mesmo.
Espero que esteja tudo bem por aí, ah e não deixes escrever por tanto tempo, por favor. Fazes-me falta :$
Beijinhoos grandes*


PS. E afinal quem é que tinha telefonado para casa do teu pai da última vez?


Ps2. E desde já te convido a vir visitar o meu novo blog :)
"Yeack! It's Lemon", espero que gostes Zequinhas (: *

Poetic GIRL - BELA disse...

Fiquei curiosa, foi o teu pai que ligou? ou também ligaram para ele? beijos

starfish disse...

Humm... mistério! Afinal quem será o homem da voz rouca? Bem, parece que vai ter de permanecer em mistério :) Espero que esteja tudo bem com o teu pai.

Já tinha saudades de te ler. Ainda bem que voltaste, és muito bem-vindo :)

Beijinhos

Catarina disse...

Fiquei curiosa

Cathy Oh disse...

Já tinha saudades de te ler!! :D

Acabei por ficar curiosa no final do post, era o teu pai? :P

Beijinho *

Qel disse...

que estranho, cena mais bizarra. Quando essas coisas acontecem, coincidências ou não, fico a matutar taaanto no assunto.. é mesmo esquisito. *

izzie disse...

Que saudades!
Ultimamente tenho me lembrado de ti... vai ao meu blogue e perceberás pq.. :)

É tão bom ler te...
Beijinhos,

Clau disse...

Às vezes existem coisas dificéis de explicar que só mesmo acaso (existirão acasos ou tudo foi escrito previamente por mãos que não conhecemos?) pode dar alguma justificação. Por vezes atender o telefone e tentar saber o que se passa pode ser realmente importante, outras vezes, tantas vezes, apenas ganhamos dores de cabeça, nunca se sabe qual a posição certa a tomar. Espero que estejas bem.. ainda espero a tua resposta por telemovel. Olha que vou estar ausente durante uns dias, depois não digas que não tentei. Beijos

* disse...

No dia em que li este post pela primeira vez, sabia que a única coisa que não faria nesse dia seria rir.

Enganei-me redondamente. De repente, dei por mim a rir às gargalhadas, a imaginar-te sentado no sofá com o telefone de um lado e o relógio do outro.

Nos instantes seguintes dei por mim a formular teorias de quem poderia ser essa personagem misteriosa que entrou na tua vida de rompante sem pedir autorização.

Não foste só tu a fazeres descobertas esta semana. Eu descobri um pouco mais de ti, aqui.

Fico feliz por teres um 'homem de voz rouca' na tua vida. É sempre bom sabermos que alguém se preocupa connosco.

Bjs Débora

André jesus disse...

Já tinha saudades das tuas histórias, admito. Eu a pensar que este post tinha a ver com a viagem da RedShoes, qual nao foi a minha surpresa que era mais uma história tua.

Até já Ze, ;)

nihil disse...

Voltaste :)

Aposto que o "Pedro" foi uma desculpa que alguém inventou para que voltasses a escrever no blog... ;)

susana disse...

Fico contente por teres voltado!!!:) Espero que tudo esteja a correr bem. Um abraço muito grande!
su

MoonLight disse...

ola!

descobri o teu blogue hoje e não descansei enquanto não o li de uma ponta à outra..

Fizeste-me rir, e fizeste-me ficar com uma lágrima no canto do olho.

Pelo que deixas transparecer, fiquei com a certeza que és uma pessoa muito especial.

Ah e escreves maravilhosamente bem!
é um prazer enorme ler-te!=)

obrigado a ti por existires neste mundo da blogosfera, e ao destino que me permitiu encontrar-te!

prometo voltar, assim que tu voltes!;)

beijo *

Ana disse...

"na terra dos sonhos podes ser quem tu és. agarras-te à hora em que o tempo não passou e juntos inscrevemos no espaço um novo alfabeto.
já passaram mil anos sobre o nosso encontro, mas o tempo não sabe nada, o tempo não tem razão, porque não há passos divergentes para quem se quer encontrar e enquanto houver estrada para andar, a gente vai continuar...
e mesmo que me tenhas ensinado a partir nalguma noite triste, eu ensinei-te a chegar e pus-te a salvo para além da loucura e ensinei-te a não esquecer que o meu amor existe".

Anjo De Cor disse...

estranhas coincidências...
Bjs*

poveirinha disse...

ha uma brincadeira engraçada para se fazer: arranjas 3 miudas que liguem para um amigo teu (escolhes a vítima, imaginemos que se chama pedro). A 1ª liga, quer falar com o manel, e diz que tá gravida, e que ele tem que assumir. 2 horas mais tarde, liga a 2ª que diz que tem saudades do manel, e que nao consegue viver sem ele, está a morrer de amor... depois liga a 3ª, a dizer que tem que conversar com o manel, que tem um problema e precisa de desabafar. Por fim liga o manel ao pedro e pergunta: há recados para mim!?!? lol

Ana disse...

Tens de fazê-la continuar bolinha.
A história. Tu sabes qual!

elena alonso disse...

lol

Milai disse...

uuuuhhhhhhh.spooky:)