25.3.09

from kosovo with love


São nove horas de uma manhã igual a tantas outras, e a minha corrida termina dentro da água, ainda gelada, da praia de Carcavelos. Agora corro sempre sozinho e mergulho sozinho...
Desde que o Manel partiu, as corridas já não têm piada, nem as corridas nem os mergulhos na água gelada.

"-O ultimo a entrar é um ovo podre!" Gritava ele enquanto fugia pela areia fora, ao mesmo tempo que se despia. E estas palavras motivavam-me a correr rapidamente, mergulhando sem hesitar nas gélidas águas de Inverno... Nenhum dos dois queria ser o "ovo podre", era demasiado irritante ter de passar o resto do dia a ouvir o outro tratar-nos por esse nome. Ganhava sempre eu! O Manel sempre foi o mais corajoso, mas eu o mais rápido...

Desde que decidiste partir para uma guerra que não era tua, para um país que nem sabias ao certo onde ficava, e defender pessoas que nem sequer conhecias, que as corridas na praia deixaram de fazer sentido.

Certa noite acordaste-me e disseste-me ao ouvido, para que o pai não ouvisse, que não conseguias ficar parado sabendo que milhares de pessoas morriam vitimas de uma guerra que não pediram. Sempre que falavas nisso, eu encolhia os ombros e dizia que nada podíamos fazer pela paz no Mundo, tu provaste-me o contrário! E hoje arriscas a tua própria vida para proteger Homens, Mulheres e Crianças que nem sabes sequer pronunciar o nome correctamente.

São nove horas de uma noite igual a tantas outras...
-O ultimo a entrar é um ovo podre!
-Estás doido!? acabas-te de regressar, estão todos à tua espera!
respondi. Mas camisola e calças já voavam pelo ar, e a escuridão da noite não permitia ver senão um rasto de pegadas na areia que só terminou no mar.

... Bem-vindo!

29 comentários:

Susana disse...

“A coragem vem do fundo do corpo. É uma luz em forma de bola cor-de-laranja que gira e que empurra os medos para fora do quarto, dos cantos, dos olhos. É espessa e brilhante mesmo no escuro, parece magia. Podemos senti-la nas mãos, na cabeça, no peito. Serve para lutar contra os monstros e para defender os amigos!"

Adorei...
1234 colibri
um beijo*

susana disse...

tocaste-me no coração. Aconteça o que aocntecer tu tens uma vida familiar forte, sabes? Com laços estruturados e vê-se, ou melhor, sente-se amor. Sente-se amor naquilo que escreves, na forma como descreves quem te envolve e no que vives. Ter a oportunidade de passar os olhos por aqui é ter a oportunidade de aprender que o amor está nas pequenas grandes coisas. Estou a ir para o meu emprego, no barco e deixaste-me com uma lágrima no canto do olho.
és um ser especial.
Não tenho dúvidas.
Su

angeleyes- li disse...

a saudade bate forte né. lindo o que escreveste.
bjos

Ana e o Ponto de Cruz disse...

Sentimentos assim... tão bons de partilhar e tão bons de ver que existem...

Parabens! pelos sentimentos, pela partilha mas sobretudo por ter sentido tudo tão cá dentro que os olhos ficaram molhados...

izzie disse...

Ok... posso dizer que nestas palavras... nesta situação... resumiste todo o amor fraternal...
Fazes me agora chorar de comoção e alegria - por também ter a sorte de partilhar o meu sangue e a minha carne com outro ser humano e saber o q é esse amor - fazes me chorar as lágrimas que têm que sair... mas que ao menos agora brotam por boas razões.

Obrigada por estares aí e nos deixares partilhar pedaços da tua vida com um sorriso no rosto.

Beijo

Anjo De Cor disse...

É sem dúvida um rapaz de coragem, a tua admiração por ele é sem dúvida alguma especial ;)
Bjs e obrigada por partilhares ;)

Nós os cinco disse...

Adorei...o teu amor pelo teu irmão é mesmo bonito,com a tua maneira de escrever, qualquer pessoa que te leia é capaz de sentir a admiração, dedicação amor e união que tens com o teu mano!
Parabens aos dois!!!
(os meus filhos tambem dissem essa do "ovo podre") e eu lia isto e pensava será que daqui a 20 anos eles vão ser tão unidos como estes dois manos??~
Beijinho

Cão(somente) disse...

Se eu soubesse, escreveria exactamente o que a susana escreveu.
Escreveria o que ambos escreveram, porque são dois comunicadores fantásticos que conseguem passar para fora, tudo o que vos vai na alma.
Uma bela história de amor, amor pelo próximo, que vai sendo cada vez mais difícil de encontrar.
Um grande abraço.

Libelinha disse...

As tuas palavras são lindas!... Descreves os sentimentos de tal maneira que a lágrima vem ao olho... Afinal sou uma derretida!...

Beijinhos

_Malinha viajante disse...

Adorei o texto e por partilhares isso connosco!! Sem dúvida que é alguém de muita coragem!!:))
Tens uns selinhos lá no blog!!
bjs
_malinha

starfish disse...

Olá :)

Partir para uma guerra é um gesto muito nobre. Em parte, trata-se de sacrificio pela humanidade. Uma guerra que nem sequer é nossa.
Vê-se que sentes um amor muito grande pelo teu irmão. Porque aconteça o que acontecer, o amor de irmãos é eterno :)
Beijinho*

Marisa disse...

Assim vou deixar de vir ao teu blog, pois tu tiras-me as palavras...LOL
Gosto imenso de ler o que escreves mas fico sempre sem saber muito o que dizer....
Um sentimento assim é de louvar :)

Beijinhos

Ps: tens um desafio no meu cantinho.

Milai disse...

Um banho no mar é sempre gritar liberdade:) principalmente à noite!

PaulaPan disse...

Gostei e compeendo pk falas assim :S
ha alguem que pensa da mesma forma... que quer partir sempre k lhe é dada essa oportunidade...
n consigo compreender... talvez seja demasiado egoista e queira ter essa pessoa so para mim :S

André jesus disse...

=| (Mais uma boa história) (Mais um bom exemplo de coisas mágicas)

André jesus disse...

Zequinhas...

Penso que tudo se vai formando aos poucos... Esse teu comentário obriga a fazer-me questões a mim próprio sobre tudo isto, fazes-me pensar bem e bastante! É isso que nos constrói, és um bom exemplo daquilo que muitos querem construir (um bom ser Humano) Fico satisfeito por teres gostado do filme, afinal de gostas estes humildes cenários forma feitos para as pessoas perceberem muita coisa, principalmente perceberem que podemos criar sempre aquilo que mais desejamos criar, mesmo com poucas condições... Afinal de contas...eu não sou nenhum génio do cinema (nem nada algo assim parecido) Foi uma boa experiencia... Obrigado pelo apoio Zequinhas.

Abraço!

Martina disse...

Todos os Homens e Mulheres que oferecem a sua vida por uma nação ou pela liberdade de outra, merece total respeito.

Este texto tocou-me.
Também conheço pessoas que combateram fora e ... o texto está lindo e diz muito sobre o que muda, tanto na nossa vida como na vida de quem nos rodeia.
Amei

Beijinhoss*

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
andreia disse...

mais uma história mágica de irmãos =) mas ninguém tem histórias destas em que o irmão vai para o kosovo... se bem que a minha irmã diz que no trabalho dela ...bem, é pior que no kosovo :/ tou a brincar!! nem se compara sequer!!!
=) é sempre bom ler-te
beijinho

*Me* disse...

From anywhere with Love!!!
A familia é, sem a dúvida, a nossa base,os nossos pilares de valores e de vida...

A tua é um exemplo maravilhoso!!!

Beijos ao mano e ao pai (que espero que esteja melhor!)

E para ti grandes beijos!!!

Marisa disse...

Hum..
Também não sei o que se passou com os comentários, agora já lá estão, mas verdade é que já estava a sentir falta dos teus comentários :)
Beijinhos
PS: é verdade que eu manobro o berbequim como ning LOLOL

starfish disse...

Ola!

Olha, pus um novo texto :) espero que gostes! Quanto à parte 3... ainda estou a trabalhar nela.

Beijinho

Charlotte disse...

Olá Zé Alonso!
Vai espreitar o meu blog...tens lá uma "prenda":)

Burzum disse...

Uma linda história de coragem..
Gostei muito das tuas palavras, sério que gostei.. dá que pensar.

Eu tinha uma colega de trabalho cujo marido tinha ido para kabul e era tocante ouví-la falar dele e das histórias que ele podia contar.

Eram 8h da manhã numa agência da caixa geral de depósitos, o sono do pessoal fazia silêncio, mas depois tocava um tlm e apenas se ouviam os passos dela apressados para saber apenas como ele estava e desejar-lhe boa noite.

A saudade mói muito.

**

elena alonso disse...

pois foi mano 6 longos meses de tortura sem saber como iam as coisas por la.
ele tinha smpre uma palavra de amor e animo a cada dia.
mas nos ca com o coraçao apertado ate a hora em que o abraçamo naquela noite.
nunca mais vou esquecer aquele abraço e um heroi o nosso mano.
jinho

DeusaMinervae disse...

:)

Clau disse...

A boa escrita é aquela que nos faz sentir até aquilo que nao é nosso, como se o fosse. E eu senti! Genuinamente bonito :)

Um Beijo

sonhos/pesadelos disse...

uma nostalgia boa se espalha neste post...uma saudade que bate e mostra o quanto sabe bem estar vivo e recordar tempos bem passados...
bjs endiabrados

Andreia disse...

Oh! Que bonito!
A vontade de regressar e a vontade de ter alguém novamente por perto! *